A Importância das Bolas de “Play and Stay”

Importância das Bolas de Play and Stay

Apesar das bolas de tênis tradicional, já desgastada e sem pressão, serem muito utilizadas por professores em aulas para alunos iniciantes e intermediários, não proporciona a mesma coisa do que usar as bolas especificamente concebidas e fabricadas para esse fim.
É importante a utilização das bolas vermelha, laranja e verde para a iniciação de crianças, jovens e adultos, pois o quique mais lento e mais baixo favorece o aprendizado mais fácil e rápido dos golpes e das táticas do jogo de tênis.

Sabe-se que muitos professores, apesar de terem vivenciado o sistema Play and Stay nos cursos de Capacitação da Confederação Brasileira de Tênis (CBT), ainda são resistentes ao uso dessas bolas por motivos ideológicos e econômicos.
O sistema Play and Stay de ensino faz uma relação com a altura do quique da bola, sua velocidade e o espaço de jogo. E nos três níveis (quadras vermelha, laranja e verde), os alunos podem experimentar o jogo em sua plenitude.

Para assistir aos vídeos com jogos de tênis entre crianças e adultos que aprenderam com este sistema, acesse: www.tennisplayandstay.com

Os três tipos de bolas mais lentas são utilizadas em diferentes estágios de desenvolvimento de um jogador.
Bola Vermelha ‘Red’: Também conhecida como Fase 3 – É feita de espuma ou feltro, é 75% mais lenta do que uma bola normal (amarela), e destinada a crianças de 5-8 em uma quadra de 12 x 6m.
Bola Laranja ‘Orange’: Também conhecida como Fase 2 – É feita de feltro, é 50% mais lenta do que uma bola normal (amarela), e destinada a crianças de 10 anos de idade em uma quadra de 18 x 6,5m.
Bola Verde ‘Green’: Também conhecida como Fase 1 – É feita de feltro, é 25% mais lenta do que uma bola normal (amarela), e destinada a crianças acima de 10 anos de idade em uma quadra de tamanho completo.

Confira a tabela abaixo:

Tabela Play and Stay

Tennis 10s

Tennis10s é um programa de apoio da Tennis Jogue e Fique, campanha com iniciativa mundial da ITF, iniciado em 2007 e destinado a aumentar em todo o mundo a participação no tênis. Tem como slogan “Servir, Rally e Pontuação” e busca promover o tênis como um esporte fácil, divertido e saudável. Fundamental para a campanha é o uso de bolas mais lentas por treinadores que trabalham com os jogadores iniciantes, garantindo que a sua primeira experiência de tênis seja positiva, servindo, jogando e marcando a partir da primeira aula.

As dimensões das quadras a seguir podem ser usadas para competição de tênis 10s:
Uma quadra designada “vermelho” para os efeitos de competição de tênis 10-e-sob será um retângulo, de 36 pés (10.97m) e 42 pés (12.80m) de comprimento, e entre 14 pés (4.27m) e 20 pés (6.10m) de largura. A rede deve estar entre 31,5 polegadas (0.800m) e 33,0 polegadas (0.838m) de altura no centro. Uma quadra designada “laranja” deverá ser um retângulo, entre 58 pés (17.68m) e 60 pés (18.29m) de comprimento, e entre 20 pés (6.10m) e 27 pés (8.23m) de largura. A rede deve estar entre 31,5 polegadas (0.800m) e 36,0 polegadas (0.914m) de altura no centro.

Segundo o diretor executivo de desenvolvimento ITF, Dave Miley: “As nações que já se adaptaram a sua concorrência para usar as bolas para essa faixa etária não só viu um aumento significativo na participação, mas também estão testemunhando um grande aumento nas vendas de raquetes infantis e as bolas mais lentas. Também houve uma grande melhora na qualidade técnica e tática dos jogadores que vêm através de programas de alto desempenho júnior. Com a mudança de regra, que entra em vigor em todos os países membros da ITF, esperamos ver um crescimento elevado no número de crianças jogando tênis 10-e-sob em todo o mundo”.

O presidente da ITF Francesco Ricci Bitti disse: “A mudança de regras é um grande passo para o tênis. O objetivo do Tennis10s é melhorar a forma de introduzir o tênis para crianças e segue mudanças semelhantes já feitas em outros esportes. É muito bom ver esses grandes resultados já em termos de maior participação”.

Tennis10s é apoiada pelas principais federações de tênis nacionais e países membros da ITF, incluindo as quatro nações do Grand Slam. Apoiada também pelos jogadores top profissional, fabricantes de tênis e organizações de treinamento principais.

A ITF recomenda que os jogadores devam apenas passar de um estágio para outro, quando eles tiveram sucesso significativo, com resultados expressivos e competência técnica e tática nas competições no respectivo vermelho, laranja ou estágio verde. A ITF não recomenda que os jogadores 10-e-sob, joguem em competição 12-e-sob, exceto em circunstâncias excepcionais e sujeito a regulamentação da respectiva Federação Nacional da concorrência que estão no local.

Tennis10s – cms.cbtenis.com.br/cms/Arquivos/Download/Upload/177.pdf

Mudança da Regra

A partir do ano de 2012, as competições oficiais até 10 anos, do chamado Tennis 10′s, não poderão mais ser praticadas com as bolas oficiais tradicionais (amarelas usadas por adultos), com o uso obrigatório das bolas lentas ‘vermelhas’, ‘laranjas’ ou ‘verdes’ na quadra de tamanho apropriado.  Já antecipando a dificuldade de implementação de qualquer sistema que envolva produção e distribuição de bens de consumo em larga escala, bem como o tempo necessário para a aceitação global de novas regras esportivas, a Federação Internacional de Tênis (ITF) concedeu dois anos para a organização de toda a rede de ações envolvendo as novas bolas.

A nova regra foi aprovada pela ITF em 2010 no ITF AGM em Washington. Esta foi apenas a quinta ocasião em que as Regras de Tênis da ITF foram alteradas na história do esporte, na sequência da regra foot fault, a introdução do tiebreak, a introdução de pausas conjunto e os novos métodos de pontuação opcionais.

A mudança de regra é uma parte essencial do programa Tennis10s da ITF, que promove o uso de bolas mais lentas e de menor quique, raquetes menores e mais leves e quadras menores para tornar mais fácil para as crianças a dedicação ao jogo.

Os detalhes da mudança de regra e mais informações sobre Tennis10s pode ser encontrado no site Tennis10s a ITF: www.tennis10s.com

Em Desenvolvimento

A ITF está em processo de desenvolvimento de uma série de programas focalizados, visando especificamente o público 11 a 17 anos.
Alguns jogadores começam a jogar tênis depois de 10 anos de idade, por isso é importante que o incentivo seja dado também aos mais velhos jogadores iniciais.
Jogadores nesta faixa etária pode não precisar gastar o tempo em cada uma das etapas vermelho, laranja e verde do que alguns jogadores mais jovens, devido à sua capacidade física, nível de coordenação e sua gama de habilidades atléticas.  Eles muitas vezes são capazes de servir rally, e jogar em uma quadra completa mais cedo do que outros e, portanto, sua progressão através do vermelho, laranja e verde para estágios usando a bola amarela seria mais rápido e mais conveniente.

Programas nacionais de desenvolvimento para essa faixa de idade não são comuns se comparados a programas específico 10-e-sob, no entanto esses programas e atividades de desenvolvimento focado para esse público devem ser considerados como uma etapa importante do caminho de desenvolvimento do tênis para um jogador.

O programa irá ajudar a atrair e reter aqueles jogadores de tênis que estão deixando de praticar o esporte. Sob a campanha Tênis Jogar e Ficar, e sob o mandato do ITF Introdução ao Tênis Taskforce, a ITF pretende envolver conhecimentos de fora da indústria do esporte e envolver organizações com experiência com esse público alvo.

Usando a investigação sobre os interesses do público de 11 a 17 anos de idade, espera-se que um programa atraente possa ser desenvolvido no ano de 2014.

Depoimentos

“Eu cresci jogando com bolas mais lentas, e eu poderia facilmente balançar através do tiro, e as bolas não voar por todo o lugar.” Roger Federer

“Eu acho que quando você não é alto e não é forte, é ótimo ter bolas macias e raquetes pequenas … é a maneira que eu aprendi a jogar tênis.” Justine Henin

“Eu agora estou completamente convencido de que a mudança de regra sobre competição 10s será um passo muito positivo, não só para aumentar a participação no tênis, mas também no desenvolvimento de jogadores de desempenho.” Patrick McEnroe

“… Jogando na quadra de menores, bolas mais macias e as raquetes de menor porte, dá-lhe a impressão de jogos de tênis apropriados, mas em escala menor … e eu acho que essa é a melhor maneira de introduzir o tênis para as crianças, para obter o sentir para o jogo, para desfrutar o jogo e obter o gosto de vencer muito rapidamente. ” Max Mirnyi

“… Com todas as mudanças acontecendo no tênis, quer uma forma melhor para as crianças manter-se ativo e se divertir.” Primeira-dama, Michelle Obama

“Os princípios do Tênis de Jogar e Ficar também se aplicam ao tênis de cadeira de rodas e aumenta o número de jogadores capazes de jogar o esporte.” Esther Vergeer

Deixe seu comentário

*

Customizado por Dale! marketing digital